CENTRAL DE ATENDIMENTO
4003-3219 | (11) 2591-2900
(11) 94555-0023Envie sua mensagem pelo WHATSAPP

Estudo brasileiro revela: consumo de frutas e verduras reduz ocorrência de tumores

Estudo brasileiro revela: consumo de frutas e verduras reduz ocorrência de tumores

À medida que a ciência avança, cresce a valorização dos vegetais na alimentação como recurso eficiente para a prevenção de determinados tipos de câncer. 

Um novo estudo – brasileiro – acaba de revelar que determinadas frutas e verduras estão diretamente ligadas à redução de tumores de boca, faringe e laringe. Os legumes também integram esse grupo.

Conduzida pelo A.C.Camargo Cancer Center (em três estados brasileiros), a pesquisa ouviu 1.740 indivíduos, 847 acometidos por um desses tipos de câncer e outros 893 livres da doença.

Para resultados precisos, a equipe de estudiosos investigou dados sobre dieta, higiene pessoal, condição socioeconômica, tabagismo e consumo de álcool de todos os participantes.

De posse das informações coletadas, os pesquisadores identificaram que aqueles que se alimentavam de forma mais natural apresentavam menor risco de sofrer com o câncer. Diante dessa revelação, eles resolveram pesquisar o impacto de determinados ingredientes na saúde dos indivíduos.

As respostas às quais chegaram foram as de que comer tomate e frutas cítricas tem relação com a proteção contra o câncer de boca. Maçãs e peras indicaram ser eficientes no resguardo da laringe.

A banana – uma das frutas mais populares do país – foi associada a uma menor incidência de câncer de orofaringe.

Agora falando dos vegetais, o brócolis e a cenoura, por exemplo, provaram grande eficiência na prevenção de tumores de laringe e hipofaringe.

Líder da pesquisa e coordenadora do Núcleo de Epidemiologia e Estatística em Câncer do A.C.Camargo Cancer Center, a oncologista Maria Paula Curado explicou que os alimentos relacionados são fontes de substâncias com efeito anticâncer, como os carotenoides. “O licopeno, presente no tomate, tem ação antioxidante e inibe o crescimento das células tumorais, além de atuar no controle do estresse oxidativo”, destacou a médica.

O repolho e a couve também foram analisados no estudo e a conclusão foi a de que são fontes de glucosinolatos, partículas que inibem as células malignas.

Sobre a banana – que já citamos acima – o segredo, segundo os cientistas, parece estar em sua rica constituição: polifenóis, vitaminas e outros compostos bioativos.


[Fonte: Revista Saúde // Alimentação]